Histórico

A Federação da Paz se alicerça no fundamento estabelecido durante décadas através de uma grande lista de organizações e programas fundados pelo Doutor Sun Myung Moon, incluindo a Associação do Espírito Santo para a Unificação do Cristianismo Mundial (conhecida como Igreja da Unificação), estabelecida em 1954 e a Federação das Famílias para a Unificação e Paz Mundial, estabelecida em 1996. Mais recentemente, em 1999, o Dr. Moon fundou a Federação Inter-religiosa e Internacional para a Paz Mundial (IIFWP) como uma organização dedicada ao desenvolvimento de novos modelos de governos, guiados por representantes de religiões e governos numa parceria respeitosa, pacífica e cooperativa em benefício da paz. A IIFWP tem promovido muitas iniciativas, incluindo uma voltada para a renovação das Nações Unidas, recomendando que as Nações Unidas criem um conselho inter-religioso no seu sistema.

Baseado no fundamento da IIFWP, o Doutor Moon lançou o Conselho Inter-religioso e Internacional de Paz (IIPC) em Outubro de 2003. O IIPC promove um ideal de bom governo que integra as contribuições das religiões, governos e organizações não governamentais na busca pela paz. Os programas do IIPC são conduzidos por uma rede global de Embaixadores da Paz que têm formado Conselhos de Paz nos níveis global, regional, nacional e local. A Federação para a Paz Universal foi fundada no dia 12 de Setembro de 2005, no Lincoln Center em Nova Iorque e inaugurada no Brasil no Grande Auditório das Convenções Anhembi, São Paulo no dia 12 de Dezembro de 2005.

Os Fundadores

Durante toda a sua vida, através de seu ministério de mais de cinqüenta anos, o Rev. Sun Myung Moon dedicou-se à busca da paz, criando várias organizações e fundações com o principal objetivo de buscar a paz.

As principais são: a Academia dos Professores para a Paz Mundial, a Federação das Mulheres para a Paz Mundial, a Federação dos Jovens para a Paz Mundial, a Federação Inter-Religiosa para a Paz Mundial, a Associação Mundial da Mídia, a Conferência Internacional sobre a Unidade das Ciências, a Federação para a Paz Mundial, o Conselho da Cúpula para a Paz Mundial, e a Federação Inter-religiosa e Internacional para a Paz Mundial.

Dr. e Sra. Moon
Na sua própria descrição da visão da Federação Inter-religiosa e Internacional para a Paz Mundial, o Reverendo Moon propôs o desenvolvimento de um conselho de líderes religiosos que trabalhariam junto a estrutura das Nações Unidas, complementando a ênfase exclusivamente política e econômica que caracteriza os esforços para manter a paz entre as nações-membro. Sua esperança é de desenvolver uma aproximação acessível e efetiva para construir a paz. Na suas próprias palavras:

Já chegou o tempo em que os relacionamentos cooperativos de apoio mútuo entre os estadistas mundiais e os líderes religiosos são desesperamente necessários... Uma vez que a raiz dos problemas humanos não é meramente político, soluções sociais e políticas sozinhas serão sempre insuficientes. Enquanto a maioria das sociedades estão politicamente governadas, a religião encontra-se na raiz da maioria das identidades nacional e cultural. ("Discurso do Fundador", Assembléia Inaugural da FIIPM, 6 de Fevereiro de 1999)

O ex-ministro do desporto do Brasil, Pelé, reconheceu que “O Festival Mundial de Cultura e Desporto promove o desporto como meio para promover a amizade e paz. É uma excelente oportunidade para os jovens atletas de todas as culturas contribuírem para construir um espírito de paz”.

Em todo o seu programa, a Inter-religiosa sustenta seu princípio fundamental de compaixão: “A esperança de todos os homens em todos os tempos é a de um mundo unificado e de paz”. Este é o lema que guia e direciona todos os esforços da Inter-religiosa.

A base da paz duradoura e de um bom governo encontra-se nos corações e mentes dos seres humanos. Para o seu fundador, o Rev. Dr. Sun Myung Moon, o propósito da Inter-religiosa é criar uma nova cultura global de coração e amor verdadeiros.